As atividades de aquisição – procurement – da NATO são conduzidas por diversos organismos, incluindo Comandos e Agências, não existindo uma organização central responsável. Este facto traduz-se na necessidade de acompanhamento de múltiplas plataformas para realizar negócios com a NATO, bem como na adaptação aos requisitos e procedimentos de cada entidade.

Neste sentido, o presente guia pretende auxiliar as empresas, indústrias e entidades científicas e tecnológicas nacionais no acesso a oportunidades de negócio financiadas, contextualizar os procedimentos conduzidos pelas entidades NATO, apresentando aspetos relevantes no que concerne os processos e procedimentos de aquisição da Aliança.

Para qualquer informação sobre normas e procedimentos que não estejam incluídos no presente documento, a idD Portugal Defence dispõe-se a esclarecer quaisquer dúvidas, oferecendo ainda apoio na candidatura aos diversos concursos, ainda que tal responsabilidade pertença integralmente às empresas interessadas.

GUIA DE PARTICIPAÇÃO EM PROCEDIMENTOS CONCURSAIS NO ÂMBITO DA NATO

O Código de Conduta para Fornecedores, enraizado nos valores adotados pela NATO, visa aumentar o envolvimento dos fornecedores e garantir a sua adesão aos mais altos padrões de proteção de dados, condições de trabalho seguras, tratamento justo e respeitoso aos funcionários e práticas éticas.

Este Código de Conduta aplica-se a todos os fornecedores que já colaboram atualmente com a Agência, bem como a futuros interessados que desejam vir a fazer negócios com a NSPA. Estabelece as expectativas da NSPA para todos os fornecedores existentes e potenciais, seus funcionários, entidades relacionadas e subcontratadas. É requerido a todos os fornecedores a leitura e o reconhecimento do mesmo.

Código de Conduta para Fornecedores – NSPA