idD Portugal Defence gere programa de aquisição dos NPO

A idD Portugal Defence é a entidade responsável pela gestão do programa de aquisição dos seis novos Navios de Patrulha Oceânicos (NPO), em articulação com a Marinha e com a DGRDN, no âmbito da sua atividade de assessoria às transações de equipamentos no quadro da execução da Lei de Programação Militar.

A aquisição dos NPO, da classe «Viana do Castelo», destinados às missões da Marinha, e que constitui um dos projetos estruturantes da Lei da Programação Militar de 2019, foi aprovada por Resolução do Conselho de Ministros de 20 de maio de 2021, e tem associado um envelope financeiro de 352 milhões de euros.

NPO reforçam capacidade da Marinha

Estes navios reforçarão a capacidade de Patrulha e Fiscalização, garantindo o controlo dos espaços marítimos sob soberania e jurisdição nacionais e o cumprimento dos compromissos internacionais assumidos pelo Estado Português, no âmbito da salvaguarda da vida humana no mar e da busca e salvamento marítimo. Efetivamente, os NPO destacam-se pela sua capacidade para busca e salvamento, controlo de pescas, combate à poluição, e combate ao narcotráfico ou outros tráficos ilegais.

Intervenção da idD Portugal Defence potencia impacto económico da aquisição

Este é simultaneamente um projeto estruturante, com elevado impacto económico. A aquisição dos NPO constitui uma oportunidade para a indústria de defesa, incrementando a atividade de empresas portuguesas e europeias que desenvolvem e fornecem produtos, serviços e tecnologias de defesa ou de duplo uso, apresentando um elevado efeito multiplicador para a economia que a atuação da idD Portugal Defence pretende potenciar.

Os NPO serão entregues à Marinha entre 2023 e 2029.