LAAD 2019: idD e ABIMDE assinam protocolo de intenções entre os dois países

//LAAD 2019: idD e ABIMDE assinam protocolo de intenções entre os dois países

A idD – Plataforma das Indústrias de Defesa Nacionais e a ABIMDE – Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança do Brasil, promoveram um encontro entre as entidades que possuem os mesmos objetivos – contribuir para o desenvolvimento das empresas que atuam no setor de Defesa dos seus respetivos países. 

O evento “Workshop – as oportunidades no âmbito das indústrias de defesa entre Brasil e Portugal” decorreu durante a LAAD 2019 e contou com a participação do Diretor-Geral de Recursos da Defesa Nacional, Dr. Alberto Coelho e do secretário de Produtos de Defesa, Marcus Degaut, a representar o Ministério da Defesa do Brasil.

Durante o encontro os empresários brasileiros e portugueses puderem trocar experiências e debater as oportunidades do setor em cada um dos países.

Um dos momentos mais importantes do evento foi a assinatura de um acordo de intenções entre os países, pelo presidente do Conselho de Administração da idD, Major-General Henrique Castanheira Macedo e pelo presidente da ABIMDE, Roberto Gallo.

Na opinião do Diretor-Geral de Recursos da Defesa Nacional, Dr. Alberto Coelho “colaborar, compartilhar, difundir boas práticas e promover medidas que sejam de interesse mútuo, são fatores determinantes para um efetivo relacionamento bilateral. É meu entendimento que a assinatura do protocolo é uma oportunidade para atingirmos todos esses propósitos e reforçarmos as relações no âmbito da Defesa.”

Para o Major-General Henrique Castanheira Macedo, o primeiro passo nessa aproximação foi dado em 2017, com a realização do DID – Diálogo da Indústria de Defesa Brasil – Portugal, e que esse protocolo de intenção é, sim, muito importante, do ponto de vista institucional. “Mas, mais importante que isso, é o apoio para os desafios do dia a dia. Por isso, uma das estratégias é criar uma relação próxima e intensa com os Ministérios da Defesa e as indústrias”.

Por seu lado, na opinião do secretário de Produtos de Defesa do Brasil Marcus Degaut, Portugal é a porta de entrada para América Latina e para a Europa e que, por isso, é preciso, trabalhar com afinco para identificar oportunidades.

“Oportunidades não apenas de negócios e transações comerciais, mas de transformarmos essas operações comerciais e financeiras em estratégias muito mais amplas para os dois países. Estratégias de desenvolvimento que podem começar pelo setor de Defesa, um setor que tem potencial de geração de emprego, renda e tecnologia. Contem com o Ministério da Defesa e o Seprod”.

Para Roberto Gallo, presidente da ABIMDE, o documento simbólico representa o início de uma nova fase de relacionamento e de ações conjuntas entre as nações e as indústrias de Defesa do Brasil e de Portugal.